Pensamentos roubados, 8

(…) Teremos de partir do princípio de que uma educação, um aumento genuíno da numeracia e literacia, alargarão o número dos que compõem a comunidade sensível ao pensamento, às artes e à literatura, multiplicando a “responsividade”. (…)

George Steiner

Anúncios

tapas com vida

a propósito do 3º Festival do Cinema Espanhol,

(…) Si tapas tu, tapo yo
tápalo y dejalo. No lo remuevas por Dios!.
Si tapas tu, tapo yo, tápalo y entiéndelo. No se lo cuentes al sol.

(…) La calle, los verbos , los bares, los dueños, los premios, los barrios, los perros, los cantaores, los camellos, las verbenas, las palabras, los sueños, los perros,…

Los senderos que hablan de sueños, no devuelven más que sucio silencio.Los paisajes que gritan recuerdos me devuelven sabores sin verbo.

Y los verbos que tienen te quiero, son las calles, son las calles que llevan… al gueto

Pensamentos roubados, 7

Sem esperança e sem desejo não vamos a lado nenhum

Montaigne

Livro da Semana, 17

O amor é em geral um tema apetecível, filosofia não tanto, mas com uma escrita coloquial e irreverente, “Os Filósofos e o Amor”, faz-nos pensar, sonhar e rir.

Para ler: já

música para o inverno

Em escuta: Nils Frahm, Ambre, Wintermusik, 2009

oxigénio para as ideias

e uma forma animada de apresentar um livro.

“Where Good Ideias Come From” do Steven Johnson lembra que é tão necessário estar atento em solidão como em multidão.

E os ingredientes são: pensar, pedir emprestado palpites e partilhar ideias.

Modo de preparação: começar

que a Força esteja contigo!

“A Rede Social”, um fime de culto, uma estória dos nossos tempos, uma tragédia grega que faria as delicias do Shakespeare e do Wagner.

Desenvolvida à volta do Facebook, mas sobre o poder (dinheiro, sexo) e a validação social.

Filmado e interpretado com muita energia, muita adrenalina, mas apesar de alguma superficialidade na abordagem, prende-nos à cadeira com necessidade de cinto de segurança.

O filme deixou-me com “pele de galinha” e fez-me pensar no“Clube de Combate” do mesmo realizador e no universo do Bret Easton Ellis.

E como um croupier apetece-me dizer:

“Faites vos jeux”

Para desenvolver alguma paz interior, ouça aqui o tema âncora, quase celestial do filme.

Para ver: Sim